UniFil -

Formulário de busca

cursos

Medicina Veterinária oferece novo Hospital

UniFil está criando um novo e necessário serviço para Londrina e toda a região

Publicado em 07.01.2011
  O Brasil é um dos maiores produtores e exportadores mundiais de carnes. As áreas de sanidade e produção animal conquistam cada vez mais importância para a garantia da qualidade dos produtos de origem animal. O mercado Pet tem crescido em todo o País, o animal de estimação é atualmente tratado como um membro da família. Esses são alguns dos cenários que comprovam o leque de oportunidades para o Médico Veterinário.

Além de formar profissionais aptos a entrar nesse mercado, o curso de Medicina Veterinária da UniFil está criando um novo e necessário serviço para Londrina e região, o Hospital Veterinário. A partir de 2011 será oferecido o atendimento clínico, com laboratórios tecnificados, profissionais extremamente qualificados e equipamentos de primeira linha. A previsão é de que até o final do próximo ano o Hospital já esteja realizando cirurgias em pequenos e grandes animais.

Coordenadora de Medicina Veterinária, a professora Maira Salomão Fortes, mestre e doutoranda pela UEL, explica que o curso da UniFil está preparado para atender o aluno em todas as áreas. "O projeto pedagógico é bastante abrangente e contempla desde quem pretende trabalhar com clínica de grandes animais até aqueles que querem atuar com animais silvestres ou saúde pública", salienta.

A grade curricular privilegia a prática desde o início do curso, com atividades nos novos laboratórios instalados pela UniFil no Campus Palhano. Maira Fortes lembra ainda que a preocupação com a sustentabilidade tem ampla abordagem nas disciplinas de Medicina Veterinária. "Vivemos novos tempos, os profissionais estão mais atentos à destruição do meio ambiente e à sustentabilidade", afirma.

 O curso tem duração de cinco anos, em período integral. "Estamos preparados para estabelecer um relacionamento diferenciado com os familiares dos estudantes, até porque muiitos vêm de fora para estudar na UniFil", diz a professora.


Imprimir